Textos

TUDO OU NADA

Vejo
a manhã volumosa
que se esparrama
por todas as frestas
                       o dia
Ouço
meu amor
meu amor
meu amor
falado todas as horas
               Que agonia!

Isto
faz rariar o gostar
e leva à escassez
                o amor

Tanto amor
num só instante
nos matará
sufocado
ou nos salvará
           um dia
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 09/07/2019
Alterado em 09/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários