Textos

A MORTE

E o grito da morte ecoou surdo,
não teria ouvidos para o seu gemido
de silêncio e sem realidade

Já não ama mais o coração paralisado,
nem dos lábios secos o sorriso acontece

O tempo encerrou em ti,
sem consciência ou realidade

Então, busco o explicável
na consciência que ainda tenho
eternizando a tua ausência
no tempo que ainda resta em mim
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 15/02/2019
Alterado em 15/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários