Textos

O CARGUEIRO


Sustentando um peso quase colossal
leva-nos a cada ponto dessa terra-ilha
quando o mar se abre à sua forte quilha
suavizando o seu deslizar sem igual

Na beira do cais
com seus contêineres 
sempre cheios
chega o cargueiro
trazendo seus cheiros
levando seus grãos
e tantos minerais

Vagaroso,
bem pesado,
passeia pelas baías
e atraca bem devagarinho
em mais um porto
o sólido cargueiro
com seus mananciais

Carregado de sonhos desejados
navega o cargueiro pelos mares
com seus marinheiros mareados
buscando em cada porto outros ares

Sutilmente a navegar
flutua o cargueiro em cada mar
com os seus navegantes
que levam e trazem o amor
em cada novo olhar
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 12/02/2019
Alterado em 13/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários