Textos

LUME

Na tua face
Uma faceta
Um olhar caolho
Uma luneta
E os ângulos das luzes
Tecnológicas encontram
Outras dimensões

E entre tantas outras maneiras
Projeta-se o amanhã
E a nação rasteja
Em velocidade certeira

Rolando as catracas
Em direção ao futuro,
Aos teus pés
Brotam do subterrâneo
As multidões!

E nesse instante
Nas mesmas celas
Nas mesmas sarjetas
Arde em nossas frontes
Cheiros de carniças

E surge de ontem
O grito de um povo
Clamando por justiça!

Com teus olhos de águia
Guie essa não mestiça
Para um destino tropical
Tão dito
Tão nosso
E tão preterido
Oh! Luminosa Justiça
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 15/12/2018
Alterado em 16/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários