Textos

PASSA A VIDA

O sol fustiga
O pasto fica pardo
Cinzento
Os rastros rareiam
E ouve-se os lamentos
- Os cães ladram no sertão -

A menina com seu olhar
Lânguido
Estende a roupa no varal
E bem longe avista
O verde teimoso do umbuzal
- Os cães ladram no sertão -

Na alegria das quermesses
Em noites de São João
Canta no peito uma prece
E acorda o amor que adormece
- Os cães ladram no sertão –

Trombones, sax
E zabumba
Tocam pelas estradas
E poeiras ensolaradas
Levam aos céus as almas
Passa a pressa
- Os cães ladram no sertão –

Passa o amor
Passa o sangramento
Dos açudes
Passa o tempo
Passa a lida
Passa a estiagem
Passa o verde da pastagem
Passa a vida...
- E os cães ladram no sertão –
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 26/11/2018
Alterado em 27/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários