Textos

PRETO E BRANCO

A felicidade adormeceu
Meu bem!
Esta casa não é minha
Esta rua não é minha
Estes filhos, sim 
São meus e teus

Esta cidade não é minha
E as suas histórias em cada esquina
Lentamente passam por mim

A notícia no jornal
Cega os meus olhos
E agora sou um zumbi
A passear pelos bares
E pelos becos da cidade

A música não é minha
Pertence a multidão
A melodia sim
Grita no peito
Presa no meu coração

Estarei na varanda
Lendo o velho jornal
E as notícias que me cegam,
Com o copo na mão

Cadê a beleza das flores
Que um dia plantei
Pelos caminhos?
Tudo agora é preto e branco
E não há mais flores no meu jardim

Tudo é preto e branco
Gélido temporal instável
Pairando sobre a cidade
Até você voltar para mim
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 21/10/2018
Alterado em 22/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Rosalvo ABreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários