Textos

SEGREDOS

Assombra-me o susto
Com a própria sombra
Destino daqueles que andam sozinhos
Que nas noites insones revelam
Os segredos brejeiros
E os sonhos secretos
Sussurrando ao travesseiro

No silêncio do meu quarto
Percorro os meus espaços
E só encontro você

Hoje eu não quero sair
Quero que o meu desejo
Se abrace com o seu querer

Meu amor, meu amor,
Não demore muito
Venha logo me ver

Quero ouvir os seus passos
Subindo as escadas
Alargando os meus sonhos
Em renovadas madrugadas
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 18/10/2018
Alterado em 18/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários