Textos


FOME

O pão na vitrine
Que lindo,
Que luxo
Melhor seria
No meu bucho

Lá dentro
No ar condicionado
Aqui fora
Um calor desgraçado

Não passo
Da cortina de vento
Pela vidraça vejo o silêncio
E dentro de mim
Grita a peristalse ao relento
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 24/08/2018
Alterado em 24/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários