Textos

A LÂMINA DO TEMPO
O amanhã matizará cores
Do broto da flor que abrirá

O sorriso nascerá
Da esperança presente

E o colo acalantará
O medo e o sono que virão
Na vida que escorre no presente

E a saudade que carrego
São fragmentos do ontem

E o tempo, esse majestoso rei
Me fere com sua espada
Cravada na minha existência
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 01/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Rosalvo Abreu). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários