Textos


A COBRA

Enrola-se e estica
Rapidamente rasteja

No mato tenho medo
De onde ela esteja

Mostra sua língua partida
E suavemente desliza

Procurando depressa
A sua presa
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 13/02/2018
Alterado em 14/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de ROSALVO ABREU). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários