Textos


DO JEITO QUE VEJO

Na linha segue o traço
Nos becos, nos guetos
Do jeito que vejo e sinto
O grito mudo do mundo

Deixo inscrito meu olhar
Nas faixadas e nos muros
Das ruas das cidades
Como um gesto fecundo

Os nossos traços,
E no nosso jeito
É somente uma forma
De sentir o mundo.

(Homenagem aos OSGEMEOS - Gustavo e Otávio Pandolfo - grafiteiros brasileiros (SP) que ganharam o mundo. Imagem: web)
Rosalvo Abreu
Enviado por Rosalvo Abreu em 15/11/2017
Alterado em 15/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de ROSALVO ABREU). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários