Meu Diário
29/11/2015 20h44
SAPATO ALADO

Sabe aquele sapato bem surrado, nos pés de um garotinha bem esperta: que corre, que brinca, que pula, que chuta e que anda pelas terras do nunca? Ela terminou agora o primeiro ano, está muito bem alfabetizada... Tem um bom diálogo com as letras e principalmente com os números. Este poema é para ela: Ayanne, uma das minhas adoráveis filhas.


Publicado por Rosalvo Abreu em 29/11/2015 às 20h44
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.